quinta-feira, 31 de maio de 2012

O retorno!! Literalmente.

Barbaridade amigos queridos. Que baita saudade eu estava de todos vocês!! Também né, tanto tempo ausente.
Aconteceu que, nestes últimos meses, minha vida deu um giro de 360º. E, se eu contar tudinho em detalhes, vou precisar de muuuuito espaço neste blog. 
O que posso adiantar é que, para quem achava que 2012 iniciaria calmo e tranquilo, na verdade foi um susto. Muitas coisas aconteceram. Problemas, confusões, mudanças de planos, conflitos internos e externos. E, para que estes fossem resolvidos, precisei fazer várias mudanças na minha vida, algumas até bem radicais. Inclusive a necessidade de ficar totalmente fora do ar deste nosso  mundinho virtual. Pois assim, eu poderia assimilar melhor tudo o que estava acontecendo.
Então, pra resumir a história começo dizendo que : retornei à minha cidade natal.
Pois é. Vim passar apenas o final de ano e acabei ficando. Depois de uma década na linda Porto Alegre, cheguei a conclusão de que o tempo por lá já havia se esgotado, por vários motivos. Mas, valeu!! Pois cresci, amadureci, evoluí muito espiritualmente.


E como diz a sabedoria divina: "Nada acontece por acaso". Então, quem sabe este é o tempo que eu precisava para poder enxergar a vida com  "outros olhos". Descobrir que esta tal felicidade que a gente tanto procura, não está à venda em nenhum lugar, pois ela não possue rótulos, marcas de grife, nem etiquetas de validade. Não tem cor, nem textura específica. Muito menos, será encontrada nos tamanhos P, M, G ou GG. Porque Felicidade rima com sensibilidade.  Simples assim!! É apenas uma questão de ponto de vista, melhor dizendo, de conquista. E esta conquista, este namoro, depende única e exclusivamente de mim mesmo. E quando nos damos conta disso, a gente descobre o quanto se é abençoada, pois momentos lindos e maravilhosos são expostos todos os dias, aos nossos olhos,  gratuitamemte.
 Por outro lado, são pouquíssimas, as pessoas que tem o privilégio de desfrutá-los intensamente.

Então, cá estou eu novamente, "vivinha" da silva. Sobrevivente aos tantos arranhões provocados pelas interpéries desta selva de pedra onde vivemos. Mas, certamente que não sou mais a mesma pessoa. Agora com pensamentos, atitudes e olhares diretamente focados na companheira felicidade, que por sinal já me deu vários sinais de sua marcante presença, assim como este lindo sábado de outono à beira da minha Lagoa dos Patos; a minha nova morada (um charmoso apertamemto, localizado no centro da cidade); os carinhosos e-mails enviados pelas amigas queridas sempre preocupadas com o meu bem-estar; a descoberta de novos seguidores na minha humilde Tapera (sejam sempre muito bem-vindos), sem falar na quantidade de novos projetos e idéias borbulhando na mente. Quanta felicidade!!
Fotos: Fernanda Eick

10 comentários:

Carla Regina disse...

Oi Fê,que legal que voltou,pensei que tivesse desistido da gente :)
Não sei de todas as mudanças,mas bola pra frente,tudo vai dar certo,desejo um ótimo recomeço,cheio de paz,de saúde de alegria...beijokas!

✿ chica disse...

Que bom te ver,Fernanda e que lugar lindo estás agora!! Que fiques sempre bem nesse recomeço e retomada de vida!! beijos,tudo de bom,chica

Izabel Biali disse...

Oi querida Fernanda,
Que bom você de volta.
O mais importante de tudo e você estar feliz.
Que lugar tranquilo e lindo esta nova vida.
Na vida o que está marcado para nos passar, temos que passar, com isso nos crecemos muito.
Esquece entes momentos complicados, e viva feliz, com muita saude.
A vida é uma só.
Beijos e um ótimo retorno.
Izabel

Marta Andrade disse...

Puxa! to feliz que você voltou, só vi você no painel e vim dar um oi, a noite volto aqui e tomo um mate.
Cut beijos e tem uma "boneca" sendo soreada lá em casa

Lu disse...

Nossa, lendo o que vc escreveu, me vi relatando esse momento em minha vida...sabe que tenho muito em comum com muitas coisas q vc escreveu.
A única diferença é que ainda estou no estágio de descobertas, de indecisões, de não saber qual a atitude tomar, é verdade a felicidade é algo que não está em nada concreto e sim dentro do nosso coração.
Estou a procura dessa tal felicidade, que ainda não bateu em minha porta, ou será que bateu e não a deixei entrar.
Preciso de forças, além das próprias que carrego e sacudir a poeira e dar rumo a vida, porque não existe algo pior do que ver a vida passar e a gente ficar sentado na janela, sabe Deus quanto tempo.
Mas espero em Deus!
Bjus

Sandra disse...

Fernanda querida, que alegria te ver de volta, eu não aguentava mais ver a foto da Mariah semana após semana =)

De verdade, muito legal te ter de volta. Mostra pra nós suas artes, seu apertamento (sei como é) e oq mais vc quiser, pq a saudade estava grande.

Sobre os acontecimentos, muito legal oq vc escreveu, a forma como vc encarou e principalmente maravilhoso o fato de estar focando a felicidade.

Grande beijo!

Gigi disse...

muito bom saber que vc voltou...\0/

Lucinha disse...

Fernanda,

Senti a falta de suas postagens que chegavam bem cedinho no Brasil, hora que eu estava indo dormir aqui.

Bom saber que você sobreviveu a tantas tempestades, e está recuperada e muito mais forte.

As imagens que você postou são lindas.

Beijos

Lenita Vidal disse...

Olá amiga querida!
Que bom que tudo está se encaixando na sua vida, seja muito bem vinda de volta.
Senti sua falta!
Beijos, tenha uma semana colorida
Lenita Vidal

Maria Reciclona disse...

Fernanda querida... faz tanto tempo que espero por esse momento de lhe abraçar e saber de você e sobre tudo que estava lhe acontecendo. Por várias vezes deixei um recadinho, um comentário para que soubesse que meu carinho permanecia intacto. Depois de sua viagem a Paris, perdemos nossa linha, mas agora, aqui estamos, sabendo que a costura do tempo é por demais trabalhosa... bem sei disso e tenho às vezes embolado no fio dessa tecitura. Mas querida, quero que saiba que sempre pensei com enorme carinho em você lhe desejando sempre o melhor. Adoro ver a "Tapera" com as portas abertas, arejada e pronta para uma nova decoração e cheia de alegria no coração... Estou muito feliz por poder visita-la novamente.
Um abraço bemmmm grande. Felicidades minha querida e apareça quando puder.