quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Ajustando as velas

Oi meus amigos!
Desculpem-me a ausência nestes últimos dias. É que aconteceu um inesperado "desvio de percurso" na minha vida. Surpresas do destino, que atingiram minhas emoções. Mas, confio na minha capacidade, na minha força de vontade e na minha coragem, portanto, acredito que tudo vai se encaminhar. Afinal já dizia o sábio pensador Willian George Ward: O pessimista se queixa do vento; o otimista espera que ele mude e o realista, ajusta as velas.
Obrigada pelo carinho, pelos gentis comentários que me fazem tão bem e pelos novos e queridos amigos seguidores.





Fotos: via net

4 comentários:

Clau Finotti disse...

Oi Fernanda!

Espero que tudo se ajeite logo e que as coisas estejam nos eixos rapidinho.


Bjão.

Clau

Romy disse...

Olá Fê,

Parece que andamos todas com uma nuvenzinha negra por cima das nossas cabeças, por aqui também têm sido tempos muito difíceis, um dia conto-vos.
Espero que tudo se arranje bem depressa para os teus lados amiga, nós somos fortes e temos de seguir em frente, estamos sempre a ser testadas, é a vida, ela é composta de coisa boas e menos boas, melhores dias viram haja esperança.

1 beijinho

Cris de Sales Lobato disse...

Lindas imagens dos barquinhos, amiga!
Uma coisinha que posso compartilhar contigo que me serve nos momentos de desafio é esta frase de um livro do Paulo Coelho (acho que é do Brida): "Algumas bençãos entram nas nossas vidas estilhaçando nossas janelas".

Beijos e força e fé aí!

Sandra disse...

Fernanda, sempre uma guerreira.
Estou torcendo por você.
Abraço, volte logo.