quarta-feira, 30 de junho de 2010

Herança antiga

De onde surgiu ninguém sabe, mas o termo CROCHÊ tem origem na palavra francesa croc, que significa gancho (a forma do bico encurvado da agulha utilizada para puxar os pontos).
Já foi considerada peça indispensável nos enxovais das nossas avós, devido a sua sofisticação, elegância e romantismo. Quem não lembra daquelas simpáticas cortininhas brancas que se exibiam nas janelas de madeira? Verdadeiras obras de arte que também eram admiradas através de almofadas, colchas e guardanapos, toalhas de mesa ou ainda em pequenos detalhes do vestuário e seus assessórios. Mesmo com o passar dos anos, o romantismo do crochê continua em alta e cada vez mais ganhando admiradores, apenas com algumas adaptações nos modelitos ou cores, onde antigas colchas se transformam em cortinas ou estas em mantas, bandôs, abajures. Mas, feliz de quem pode exibir uma peça única e centenária, herança deixada pela avó.







4 comentários:

Romy disse...

Olá Fernanda,

Eu sou uma dessas feilzardas, tenho muitos trabalhos das minhas avós.
No meu blog está uma foto da colcha que a minha avó paterna me ofereceu feita por ela e já teria perto de 90 anos quando a fez.

1 beijinho

Margarete disse...

Adoro croche Fernanda, principalmente o file, eu faço e adoro. São lindas essas idéias!!!
bjs.

Dama das Camélias disse...

Olá!

Descobri recentemente essa minha paixão por croché... pena que as minhas avós não têm paciencia nenhuma para me ensinar, mas sozinha lá vou dando uns pontos!
E de vez enquando invento.

Bjnh

Fernanda Eick disse...

Oi meninas! Apesar de não saber fazer crochê, sou uma grande admiradora deste e tbm guardo algumas peças bem antiguinhas, inclusive bordados, as quais valorizo muito.Beijoss