segunda-feira, 5 de julho de 2010

Mimoso mimo

Vivo rodeada por colegas, conhecidos, vizinhos. Amigos? Estes, eu faço a contagem com os dedos das mãos, pois são excepcionalmente AMIGOS. Pessoinhas queridas que me fazem bem, que me fazem rir, me ajudam crescer e a evoluir.
AMIGOS excepcionais são aqueles que já me fazem saudosa, mesmo tendo-os encontrado ontem e que se eu pudesse, acelerava as horas só para poder reencontrá-los, abraçá-los ou simplesmente ficar pertinho. Excepcionais AMIGOS somam as lamúrias, angústias, lágrimas, decepções, segredos e vivências desta vida tão complexa na qual nos vemos tão frágeis, mas ao mesmo tempo multiplicam confiança e segurança. Pois um excepcional amigo te dá exatamente o que você precisa, e não exatamente o que você quer.
Não tem coisa melhor do que poder desfrutar do aconchego do nosso lar junto à excepcional companhia destes amigos. Eu particularmente, adoro recebê-los e retribuir a visita oferecendo uma lembrancinha, um agrado. Um mimoso mimo, original, criativo, mas que repasse seus sinceros sentimentos.
Interessante usufruir do que a estação oferece. Aqui no Sul, durante o frio, é muito comum reunirmos a família e os amigos ao redor da lareira ou de um fogão à lenha. As conversas geralmente são regadas com um bom chimarrão ou um saboroso chá colhido diretamente do jardim.
Imaginei algo bem natural e útil, como essas trouxinhas feitas com pedaços de retalhos coloridos e preenchidas com ervas aromatizadas como macela, funcho, sementes de cravo, anis, entre outros (aqui usei o capim cidró, que eu mesmo colhi e que depois de lavado, foi picado e secado à sombra). Um mimo 2 em 1. Pode ser usado como um sachê natural, pois deixa um aroma muito agradável ou degustá-lo no próximo chá das cinco.

2 comentários:

Silvia Thomaz disse...

Oi Fernanda!!
Adorei as trouxinhas.
Ficou realmente um mimo.Pena não podermos sentir o aroma mas imagino, deve ser muito bom.
Até mais...

Margarete disse...

Que carinho gostoso.
bjs.