quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Flor de corticeira


Cresci ouvindo meus pais e avós falarem que, quando as corticeiras começam a florescer é sinal de que o verão chegará mais cedo, da mesma forma que os maricás apontam a chegada do inverno. Desde então, comecei a observá-la, já que na minha cidade natal (São Lourenço do Sul/RS) há muitas destas na beira da Lagoa, e constatei que é real.
Também conhecida como Ceibo, Seíbo ou Bucaré (em Guarani), é uma árvore originária da América do Sul,  inclusive foi declarada a flor nacional da Argentina, pois simboliza a fecundidade. Pertence a família das leguminosas, não é muito alta e suas sementes são guardadas em vagens curvas. A madeira é leve e porosa e muito aproveitada na construção de balsas, canoas, etc...Elas crescem nas ribeiras dos Rios, nos Pampas e regiões úmidas. Mas o encantamento desta árvore está em suas lindas flores com aspecto aveludado e de um nuance vermelho de dar inveja.
Forma de inspiração para muitos poetas e músicos regionais, a flor de corticeira também traz uma lenda que percorre os países latinos, principalmente dos nossos hermanos argentinos e paraguaios.
Esta mesma inspiração que ilumina as minhas costumeiras caminhadas de final de semana à beira do Rio Guaíba e que no embalo de suaves brisas, saúda a chegada de mais um verão.   

Fotos: Fernanda Eick


A lenda de Anahí

Havia uma Índia feinha de rasgos toscos, de nome Anahí. Nas tardes quentes de verão, Anahí cultivava a atenção de sua tribo, com canções inspiradas em seus Deuses e no amor à terra.
.
Quando chegaram os conquistadores, Anahí foi capturada pelos soldados e levada ao acampamento montado e vigiada pelos sentinelas.
.
Numa noite em que o sono venceu o sentinela, Anahí escapou e foi perseguida por soldados, e quando foi alcançada, travou uma luta com seu opressor, momento em que conseguiu ferir o mesmo mortalmente, com a adaga do próprio soldado. 
.
O grito deste soldado trouxe mais e mais soldados, que a perseguiram até alcançá-la. Em represália a sua vontade de recuperar a liberdade novamente e continuar a morar livremente na Terra que os Deuses tinham lhe dado, os conquistadores impuseram um castigo espetacular a ela, que serviria como exemplo para todos os demais da Tribo.
.
Ela foi amarrada a uma árvore e rodeada de lenha, a qual atearam fogo. Ela inclinou a cabeça para o lado, e começou a sofrer, em profundo silêncio, a sentença imposta pelos conquistadores. 
Mas parecia que o fogo não queria tocá-la, como que recebendo ordens dos Deuses, e a árvore entendendo a mensagem, foi tomando Anahí e fundindo seu corpo ao tronco num abraço identificador.
.
No dia seguinte, os soldados se viram ante uma árvore de verdes folhas e flores aveludadas de cor vermelho carmim, que mostrava o desejo dos Índios de serem livres junto à terra e sua ecologia.
.
Esta lenda, percorre os países latinos e nossos hermanos Paraguaios fizeram dela uma música, complementando ainda mais a vontade  de Anahí de estar sempre na sua terra, viva e sendo exemplo de liberdade...

Feito em casa?!

De novo quinta-feira!! Dia de aguçar a imaginação para decorar a casa de um jeito diferente. 
Duas sugestões bem legais que achei na net:

Aquelas bandejinhas fofas com motivos florais que a gente encontra em lojas de R$ 1,99, podem ficar lindas na parede do quarto, da sala,...

Ou então, quem sabe, começar os preparativos para o Natal.
Uma moldura antiga, fitas coloridas e os cartões do ano passado e está pronto um lindo ornamento de parede que vai alegrar ainda mais o espírito natalino.
 
Fotos: via net

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Blog doce Blog


Adocei a minha semana!!
Ganhei este saboroso selinho da...miga(também libriana) Eliane, da aromática lojinha Provance Home & Banho.

Querida!! Adorei mais este mimo.Agora entendo por que somos tão parecidas...

Este selo vem com duas regrinhas:
1º - Falar 09 coisas sobre  mim. Então eu...

- Sou 100% libriana (organizada, exigente, detalhista...) 
- Sou muuuuito guerreira
- Sou muito chorona (choro até assistindo comercial de televisão)
- Sou apaixonada por doces (já deu água na boca)
- Amo de paixão os animais, que tem todo o meu respeito e admiração (não sei viver sem eles)
- Adoro dançar ( um bolero, então...) 
- Adoro viajar (de preferência sem destino...)
- Adoro ficar em casa (dá pra entender?!)
- Cuido das minhas amizades com muuuuuito carinho.


2º - A outra regrinha é indicar nove doces amigas para receberem este docinho. Dúvida cruel para uma indecisa libriana, mas vamos lá:

- ateliealternativo -da Daisy
- borboletapicapau - da Cris (a cara metade do amigão Zé Maria)
- caotinhodalola - da Gi e da aufável Lolinha 
- crioartesoniartes - da Sonia
- dicasromy - da Romy
- força de expressão - da Clau
- madameveve - da Marcia
- magrinhablogideias - da Angela
- receitinhasedicasda vovoro - da Rô 


Beijão à todos e uma doce semana!!

E por falar em jardim!?

Ele pode ser imenso, pequeno, super colorido ou discreto, mas nada impede que ele seja organizado, limpo, impecável. Tudo isso, usando as próprias ferramentas de trabalho. 


Fotos: via net

terça-feira, 28 de setembro de 2010

E falando em casa pequena?!

Que tal aproveitar este clima encantador que a Primavera nos oferece para mudar também o visual do jardim, da sacada...
Podemos começar, oferecendo uma morada nova para os cantores mirins da natureza. Acho que eles adorariam uma casinha mais moderna, ao estilo "sustentável". 








Fotos: Via net

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Pouco espaço na casa??











Neste fim de semana teve...

Introspecção, introversão, reflexão

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Não espere...


Não espere a folha cair, pra perceber que a primavera passou.
Não espere o pássaro voar, pra ouvir seu canto.
Não espere o fruto cair, pra entender que já é hora de colher.
Não espere errar, pra ouvir a voz da sua consciência.
Não espere anoitecer, pra fazer o que lhe convém pela manhã.
Não espere a lágrima cair, pra se arrepender das palavras amargas.
Não espere morrer, pra erguer a mão e pedir ajuda.
Não espere ir embora, pra dizer que sente muito.
Não espere se arrepender, pra poder se controlar.
Não espere virar as costas, pra dizer o quanto ama.

Não espere, enfim, que seja tarde demais...


Um ótimo findi à todos!!

Detalhes em flor

Primavera é cor, é flor.
Sugestão do site http://www.diyideas.com que mostra em detalhes como aplicar flores em almofadas e cadeiras.



1. Make two photocopies of your motif to the desired size and in reverse since the stamp will be the mirror image of the pattern. Keep one copy as a placement guide and cut out pattern pieces from the second.

2. Trace the patterns onto foam, numbering them on the back if needed to keep pieces in the order you want.

3. Cut pieces from foam using a crafts knife.

4. Place clear plexiglass over the pattern-placement guide, and glue the foam pieces in place to create your stamp.
5. Pour the paint on a plate (for fabric projects, mix paints with textile medium) and use small foam brushes to apply all paint colors to the stamp.

6. Turn the stamp over and press onto the surface. Reload the paint to stamp again. Clean the stamp using warm soapy water. Let the project and stamp dry.


quinta-feira, 23 de setembro de 2010

My way

PRIMAVERA é para cantar, dançar e sonhar do seu jeito e ao som da encantadora voz de Robbie Williams.

video

Lixo, luxo...agradecimentos!!!

Hoje, a Tapera Urbana foi citada, no saboroso bloguinho www.receitinhasedicasdavovoro.blogspot.com da Rô, minha grande amiga de fé, que fez o seguinte comentário:
Lixo que vira Luxo.
“- Larga isso aí, é lixo!” Quantas vezes ouvimos falar isso...
É lixo da rua, lixo de casa, de hospital... na televisão e nos jornais, até de lixo atômico já ouvimos falar. Mas, afinal, o que essa palavrinha quer dizer? Se pensarmos em tudo aquilo que jogamos fora diariamente e no motivo de fazer isso, chegaremos próximos a uma resposta.
Esse é um tema que eu gosto de abordar aqui no meu espaço. E vou aprendendo aqui e ali, com pessoas que venho conhecendo nesse maravilhoso mundo da blogosfera. Já disse aqui o quanto sou apaixonada pelo site Vila do Artesão e tudo o que aprendi a gostar com a Fernanda do Atelie Tapera Urbana. São pessoas que me fazem ver a vida de um lado, o qual não via. Aprender, aprender sempre aprender, essa sempre foi a minha meta e o meu caminho. Errei muito durante anos de minha vida, mas hoje tento concertar meus erros, feliz ou infelizmente sou um ser humano que erra e que peca. Mas tenho a capacidade de pedir perdão pelos meus atos e atitudes erradas. E por isso agradeço, só agradeço.


Rô!
Gostaria de repetir aqui, o que já falei à você, hoje. Estou muito feliz em saber que minhas idéias sustentáveis servem de inspiração para você e tantos outros amigos que acreditam que com pequenas parcelas de boa vontade e persistência, pode-se transformar o mundo. Basta acreditar. Confesso que eu também não fui sempre assim. Eu não tinha noção do quanto algumas das minhas atitudes prejudicaram este maravilhoso planeta. Mas, a gente cresce, evolui e descobre que a verdadeira essência da vida está no amor à Deus, ao próximo e a nós mesmos e é na simplicidade da vida, que acharemos a verdadeira paz de espírito que tanto se procura.
Quem trabalha com artesanato sabe muito bem, o prazer que ele nos dá. Enquanto as mãos criam formas, os olhos se enchem de cores, e a mente já colorida se aproxima mais e mais de Deus. E nestes encontros sempre tão inspiradores eu descobri que "Um magnífico vaso de cristal ou uma simples latinha velha transmitem por igual toda a exuberância e o explendor de uma linda rosa."

Muito obrigada por mais este carinho.
Gde abraço.
Tua sempre amiga Fê.

Feito em casa?!

Quinta-feira...
Dia de pensar em criar algo diferente e bonito para enfeitar a casa neste findi. E nada melhor do que o tema "Primavera".
Agora é a vez dos vidros transparentes.

Velas brancas em um copo enfeitado com as flores do jardim e está pronto um lindo candelabro de mesa.

Um simples vidro envolto em um suporte de arame faz a diferença de uma parede branca.
Fotos: via net

Bem-vinda Primavera!!

A PRIMAVERA chegará, mesmo que ninguém mais saiba seu nome, nem acredite no calendário, nem possua jardim para recebê-la.

Cecília Meireles











Fotos: via net

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Sentada à espera da Primavera


Sem espaço?? Sem desculpas!!
Para os apaixonados por plantas e flores, qualquer coisa é possível. Até mesmo transformar o assento de cadeiras antigas ou vasos sanitários em sugestivas floreiras.
E elas contentes, retribuem este carinho, exibindo todo o seu colorido, o seu perfume e seu encanto de flor.







Fotos: Via net

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Organizando as fitas e rendas

Uma sugestão bem legal para as amigas apaixonadas por costura e bordado, e que gostam de tudo muito bem organizado.
Pegue alguns prendedores de roupas e envolve-os com as rendas, fitas, passa-fitas entre outros. Separe-os por cores e suspenda-os em cabides que também podem ser reciclados com pedaços de arame.
Muito prático e de fácil alcance.

Fotos: via net

Neste feriadão teve...

Sinais de primavera...


Tradição

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Feriado Farroupilha


...Quem inventou fronteiras e divisas
Não conhecia as aves e os ventos.
Nem aprendeu com o sol e as estrelas
que a liberdade é mais que um documento;
que por andar se alargam territórios;
que um fogo-morto ou uma cruz-de-estrada
dizem mais do que notas registradas,
com nomes e traçados, nos cartórios.


Trecho de "Fronteiras" de Colmar Duarte.